Escuta aqui um negócio

IMG_20170727_023238Após um processo de emagrecimento, percebi que quase perder 30kg ainda não será o suficiente para trazer aceitação, alegrias e afins.
Tomei consciência de que é só um corpo, percebi o quanto sofremos para caber em um lugar que não é nosso. Não estou aqui para pregar o “corpo feio”, gordura, menos ainda “sejamos todos obesos”. (Quem me conhece de verdade, sabe o quanto ando preocupada com alimentação mais saudável). A verdade é que não adianta falar das minhas boas intenções com esse texto, os extremistas levarão ao pé da letra.
.
.
Mesmo emagrecendo, compreendi que há um PADRÃO ACEITOxNÃO ACEITO. E se eu for projetar minha estima e aceitação nesse padrão, serei eternamente infeliz. Foi quando percebi que a minha realidade é MUITO pequena para tentar mudar um preconceito sistêmico, impregnado em nós desde o nascimento. Então o que eu fiz? Eu simplesmente segui o baile! Parafraseando Freud “Antes de dizer que está deprimido, certifique-se de que não está rodeado de idiotas”. Em um processo árduo, fui tirando de perto de mim todas as pessoas que me colocavam para baixo (ainda no processo), que sempre me julgavam por aparência, seja corpo, roupa ou cabelo. Até porque, para fazer esse serviço já temos gente bem mais “entendida”, né?
.
.
Porque às vezes pensamos que é somente: mídia, grandes marcas; etc. Mas perto de nós há muito mais do que se possa imaginar. Meu autoconhecimento foi primordial, eu me livrei de cada peça “rara” que hoje percebo em como estava mergulhada em relacionamentos tóxicos. Afastar-me dessa gente foi o melhor que pude fazer, na busca pela paz na consciência, na mudança em meu corpo. Só assim consegui me conectar no que é saudável, no que era para mim, por mim, em mim. Sem loucura. Eu “simplesmente” permiti que meu corpo me dissesse o que precisava, então, eu ouvi.
.
.
Sempre haverá alguém mais bonito. Mais rico. Mais inteligente. Mais engraçado. O que NUNCA vai ter é alguém como EU, como VOCÊ! E sabe? O mundo é doente mesmo, ninguém está preocupado com o que é, o que traz além dessa carcaça emprestada pelo o Universo. Então, precisamos estar acerca de gente que enxerga de verdade, que acolha as angústias. Gente, que gosta de gente. Não de gente que gosta do que social manda.
.
.
Essa gente que procura a infelicidade… porque caminham por várias estradas que não levam a verdade que são relacionamentos saudáveis, humildes e humanos. Vão pelo o caminho irreal e superficial. Estou no meio dessa gente em alguns aspectos ainda, mas sempre procurando enxergar além. Sabe por que me incluo? Quantas vezes briguei por isso, mas procurei as pessoas mais belas fisicamente para me relacionar? Inúmeras!
Portanto, mudar de galera, conhecer ótimas pessoas. Acolher de fato gente que não nos menospreza com o falso: “ai como estou gordo(a)” “olha meu cabelo que horrível” “meu maior medo é ficar de tal jeito (sempre apontando para uma característica sua) é o primeiro passo para aceitar nossa essência!
.
.
Um recado importante: Sua essência é linda!
.
.
Aquilo que realmente importa, é lindo! Mas ó, todos os dias vão nos lembrar em como somos loucos por comer uma pizza, beber cervejinha, mesmo assim fazer uma caminhada. Vão julgar porque não dizemos não à uma reunião de amigos que tem um banquete. Vão sempre julgar, afinal, não existe um meio termo! Existe os 100% sarados e felizes. E os gordos preguiçosos 100% tristes. Ou somos um ou outro.
Mas se outrem não sabe equilibrar (ainda) quem somos nós para ensinar, não é mesmo?
.
.
Não vale só a pena, vale a galinha inteira relembrar: Não é arrogância se considerar bonito como é. Não é feio dizer que está feliz, em paz e grato! Você não é só um corpo! Não é só uma conta no banco!
.
.
Que sejamos luz! E que seu dia tenha muita luz!

Anúncios

Êxodo

18199170_784676048363992_8677073242005987686_n
Há muito tempo não apareço por aqui, queria dizer que fiz coisas produtivas, mas não as fiz. Queria dizer que deixei o mundo melhor, mas não o deixei. Queria dizer que sou o melhor que posso ser, mas não sou. A verdade é que por muito tempo eu me senti como se não fosse capaz de escrever algo bom para as pessoas, ainda me sinto assim.
Talvez seja os resquícios de um ano louco, cheio de perdas, intensificadas pela a rotina acadêmica, sobretudo, pela a decepção por esse semestre. Que prometia ser tudo e no fim não foi nada, além de viver no automático.
Mas, percebi algo, que me enriqueceu muito, a cada dia que passa, eu tenho a consciência de que não sou aquela matéria, aquele relacionamento que não deu certo, muito menos quem pensam que sou. Eu já bati essa tecla aqui mil vezes, percebo que a minha pouca idade pode não demonstrar as grandes experiências em que trago no peito, mas a vida não se trata de idades, mas de vivências.
Esse tempo foi enriquecedor para compreender minhas dificuldades e a minha necessidade de estar com pessoas verdadeiras, que compreendem e apoiam, o melhor é que, o círculo só diminui cada vez mais. Por mais torto que seja, percebi que por mais que gritemos, o maior dispêndio de energia e amor virá de uma família torta mesmo. Raros são os casos de outros que realmente estão contigo e o apoiam sem carregar traços de sangue repletos de amor.
A morte faz-nos refletir muito, na presença de três, em menos de 3 meses, pude compreender que amor está no colo, na comida que fazem para você, nos convites para estar junto, de quem acolhe seu sofrimento e ainda fica bravo quando percebem que não contou algo por medo de ser julgada como drama. No fim, tudo é drama nesse mundo doente de pessoas escassas de sentimentos e demonstrações. O raso permanece, sentimentos rasos ganham. Enfim, digo aos que tiveram comigo: “Obrigada pelo o abrigo nas coisas pequenas que conquistam o meu coração. Obrigada aos que mostraram quem de fato são e como posso contar com cada um”.
Morar fora também tem me ensinado muito, sobretudo, passar por tudo isso à distância, mas com o coração na mão. Estar fora do seu habitat é muito engraçado, visto que percebe a vida batendo, mas a vida já bateu mais forte, sabe? Ela bate mesmo, te deixa no chão, porém, reerguer-se é inevitável e prazeroso. Há muitos anos pensando que a solidão machuca, que no fim, podem ter vários dizendo o quão importante é, mas a solidão não brinca em serviço e nessa vida, estamos sós mesmo. A vida vale muito por isso, porque passamos por ela só, sozinhos aprendemos e convivemos, mas tudo será sentindo só. Cada qual do seu jeito. Ter essa consciência só faz sentir gratidão por entender que a solidão vicia e o vício bom, cheio de aprendizados.
Estar conectado com suas lágrimas e dores, sem um papai, amigos o famigerado “mozão” para te acolher, não é só ruim, acontece que é bom, amadurece, cresce e percebe que o bom da vida são todas essas dores, que serão completadas por alegrias. Estou me tornando repetitiva. Não consigo me expressar melhor, minhas experiências neste meio tempo tiram isso de mim, essa saldo que pode ser mimimi para uns, blablabla para outros, drama para ciclanos, significa muito para mim, e se eu não tirasse meu “ferruge” com esse texto, talvez nada mais saísse dos meus dedos.
Aprendi muito, recomecei muito, tive medo, angústia e só. E sou grata por isso, talvez o único vazio seja postar esse texto para que pessoas que nem conheço possam ler, contudo, sei que há pessoas sozinhas por aí também, mas escrevo para mim, para ter consciência do que neguei durante meses. A realidade bateu e abri para que entrasse, mas de uma forma doce, que ensina, porque não há outro lugar para estar que não seja aqui e agora. 

Apenas deixe o tempo passar!

o-tempo-nc3a3o-para-011

As vezes o que precisamos é de tempo, um tempo de amadurecer, tempo para uma coisa ficar pronta, de passar em uma matéria, conquistar uma vaga em um concurso. Talvez esse tempo seja apenas uma coisa vaga, para alguns não exista, mas esse tempo é necessário para nós e nossas almas. Queria fazer desse texto uma coisa especial, que chega a você e o/a emociona, mas eu só consigo pensar no tempo e no quanto eu o amo. Mas, também não sei falar muito das coisas que amo, apenas digo: “Eu te amo”. Ultimamente tenho amado o tempo e tudo o que ele me proporciona: As minhas cicatrizes fechadas. Meus medos sanados. Meu amadurecimento. Meu respirar tranquilo. Meus perdões.  Ah… as coisas são infinitas, quero tanto mostrar minha gratidão! Porém, admito que não há palavras para agradecer o “Senhor do Tempo” como disse Chorão.

Quando me diziam que com o passar dele eu entenderia certas coisas, ficava inconformada, mas hoje vejo, apenas tive que abraçar a vida e o tempo, hoje estou aqui… com tanto tempo, meados de umas férias, mas não sei o que dizer, só sei dizer: “GRATIDÃO. GRATIDÃO” mil vezes se for preciso. Gratidão por minhas lágrimas derramadas, por meus gritos ouvidos, por minhas dores e perdas. Gratidão por ter vivido tudo isso, pois, tudo isso me trouxe aqui, compreende? Se não fosse o tempo e sua força, não conseguiria me aprimorar, olhar para o Mundo e saber que: “SIM AS COISAS DARÃO CERTAS SIM”. Não há crise, tudo está em sua perfeita ordem, o tempo rege e me trará as melhores respostas, que serão regadas de amor. Peço a você amada alma que está lendo isso, deixe o seu tempo passar e aprenda com ele! Acolha todos os seus cacos que jogaram no caminho. Confie em mim!

O motivo da minha gratidão? Após tantos anos, “tanto tempo” buscando que os outros vissem em mim uma beleza, reconhecesse minhas habilidades, enaltecesse minhas qualidades, eu olhei no espelho e percebi que não precisava de mais ninguém para me dizer, pois, ao sorrir eu disse: “eu me amo. Amo o que me tornei e vou tornar, eu simplesmente me amo”. Após tanto tempo buscando uma falsa aceitação, percebi que ninguém dirá isso para mim se eu não me educar para saber ouvir, e quem disser eu não irei acreditar. Então, eu agradeço ao tempo por não me deixar permanecer naquela dor que iniciou, agradeço-o imensamente por me permitir enxergar as minhas luzes e por perceber que sou tão interessante quanto imagino ou mais.

Por isso, hoje só peço que eu não esqueça que o tempo me dará todas as respostas que quero ouvir, será mais fácil? Não. Mas, hoje sei que não sou merecedora de nenhum sofrimento e aceito todo o bem que está entrando em minha vida. Logo, repito: GRATIDÃO. GRATIDÃO. Espero que todos possam sentir essa bênção um dia!

 

Não se esqueça, estamos conectados e sua felicidade é você, basta acreditar nisso!

Um recado para você.

silencio-mindfulness

Mesmo com o mundo te entristecendo todos os dias, eu queria lhe dizer umas coisas:

Você é mais que uma graduação.
Você é mais que o manequim 38.
Você é mais do que os defeitos que enxerga no seu rosto.
Você é muito mais que as dobrinhas da sua barriga.
Você é mais que os dedos tortos da sua mão.
Você é mais que a armação do seu óculos.
Você é muito mais do que consegue enxergar.

Não seja tão cruel consigo mesmo. Não há perfeição. Você é um espelho e encontrará aquilo que acreditar. Acredite no seu coração, vibre amor, prosperidade e luz. As energias retornarão do mesmo jeito ou mais.

Estamos em constante aprendizado, eu também me incluo nessa, muitas vezes queremos algo, mas não acreditamos que vamos conseguir, que o nosso pedido chegará. Porém, eu nos convido a acreditar que tudo irá acontecer, basta acreditarmos e colocarmo-nos neste campo vibracional, apenas visualize todos os seus desejos e corra atrás deles. As coisas irão acontecer.

“Eu confio”
“Espero”
“Aceito”
“Sou grato!”

Repita sempre essas palavras quando os desejos do seu coração clamarem por atenção.

Luz no seu caminho.

Deixe-me sorrir em paz.

65e09b0c8c1aab9a6d4ee20ae14379eb

Eu, dona da risada mais escandalosa, dona dos gritos mais vergonhosos, dona da uma personalidade que ocupa qualquer espaço, eu dona de mim peço: Deixe-me em paz.

Devo eu deixar de rir porque outrem não é acostumado a gente de riso frouxo? Devo eu moldar minha personalidade para que fulano tenha coragem para andar comigo? Não.

Meu sorriso é para o mundo, para o amor, para mim e para você. No meu sorriso cabe todos os meus dias felizes e tristes. Por isso, eu gargalho sempre que possível e quando não se é, eu choro, choro de soluçar, de ficar triste por vários dias. Eu sou assim mesmo, intensa demais, não sei sentir pouco e também não faço questão de medir o meu sentir.

Minha gargalhada vai continuar existindo enquanto minha voz tiver que sair, eu irei incomodar, irei fazer um estrago, os que não conseguem estar comigo, desejo-os muita paz. Aos que conseguem: Muita paz e gratidão!

Não, eu não preciso mais de apoios de terceiros, muito menos a aprovação, hoje eu sei tudo que faz parte de mim, e acolho com alegria, por isso, sigamos!

 

Você nem sabe quando vem e já tem amor para a vida toda.

esperar

Espero que possamos viver tudo aquilo que imagino ao seu lado, espero que os nossos dias sejam cheios de amor, paz, brigas que cresçam. Espero pelo o dia em que iremos nos amar independente dos nossos medos e inseguranças. Espero para quando for a hora, a sua, a minha então, será a nossa hora. Espero poder viver a nossa singularidade nas pequenas coisas, nas conversas, vendo filmes, planejando o futuro, rindo das piores coisas e contando as melhores piadas. Espero viver sim as melhores zoeiras ao seu lado, tendo em vista que vou participar do seu crescimento humano e você do meu. Espero que possamos olhar para a vida com coragem e respeito, espero com carinho, sem ansiedade e insegurança, apenas espero você para fazer jus a toda a minha espera pelo espírito que me transborde, porque já sou completa e você será completo para mim. Você não sabe quando vem, mas o espero. Espero também que me espere para que possamos cantar Jorge Vercillo “Não tenha ciúme dos meus amores de antes, todos tornaram-se ponte para que eu chegasse a você”. Espero que nossas famílias se deem bem, se não, que possamos superar isso. Espero que você compactue com todos os nomes de filhos que já tenho como certo, se não tiver filhos, que compactue comigo nessa decisão. Espero que suas qualidades sejam boas, mas que seus defeitos sejam motivos também do meu amor, assim como os meus para você. Espero que você não fale mal dos meus cachos e nem eu fale mal de sua aparência. Ah, eu apenas espero, que você não seja igual ao que a sociedade prega, já que também não sou. Espero que você beba horrores comigo, assim teremos mais histórias para contar, mas que também possamos ir à algum lugar e beber um suco e continuarmos cumplices nas pequenas delícias da vida. Espero que sejamos inimigos de série, pois, é muito mais divertido ter o que implicar, mas que possamos assistir os melhores filmes e extrairmos as melhores conclusões, como: “FILME FODA DEMAIS”. Ah, eu espero tanto que nem sei mais o que escrever, só sei que espero apenas, escrevi esse texto só para que você saiba que espero, porque o amor é um sentimento lindo para ser escrito e não vejo a hora de poder escrever as melhores coisas sobre nós dois.

A morte seletiva.

morte1

Quando morre alguma figura pública, alguns sentem-se abatidos como se fossem membros da família daquele que se foi, outros são indiferentes, porém, vemos em como a sociedade é seletiva ao escolher para quem prestarão homenagens e deixarão o respeito ser o Senhor de suas palavras. A morte é um estágio natural, todos vamos passar por ela em algum momento, por isso, subentende a necessidade de silêncio, luto e respeito nesse momento de dor.

A morte do cantor Cristiano Araújo foi um “evento” que gerou muito dinheiro para a mídia brasileira, quando o repórter e apresentador Zeca Camargo fez uma crônica criticando a comoção Nacional e o estilo de música do cantor, muitas pessoas se revoltaram, chamando-o de hipócrita e arrogante. Eu também achei que não havia necessidade em caracterizar tão erroneamente e cruelmente as pessoas por tal morte. Assim como não vejo sentido e motivo para as pessoas atacarem a ex-primeira dama Dona Marisa Letícia. Grande parte da sociedade está tão obcecada com as suas questões de “luta” daquilo que acham correto, que se tornam iguais àqueles que tanto criticam por falta de ética, compromisso e honestidade; etc. e não percebem. Como diz Papa Francisco: “Quando você comemora a morte de alguém, você já está morto”.

Com o passar dos anos e já com algumas experiências de morte, percebi que não temos autoridade perante a natureza da vida, assim como, não temos autoridade para caracterizar ninguém por seus erros passados, estilo de vida e opiniões. A morte traz a sensação de que tudo foi aniquilado, não há mais passado, presente e futuro, com a morte compreende-se a vida como é: Passageira, pequena e grandiosa. Pequena, pois percebemos a pequenez humana e grandiosa por ter tido a oportunidade de passar por ela.

Voltemos então à seletividade das pessoas: Qual a diferença de se silenciar e desejar que a dor de uma família passe? Por que foi tão fácil chorar por Airton, Cristiano, Leandro e Domingos Montagner? Não sabíamos se eram pessoas arquetípicas, sabíamos das qualidades como profissionais, mas não humanas. Sabíamos se eles tratavam os empregados com dignidade? Se eram honestos com tudo em sua vida? Sabíamos alguma coisa de fato? Não. Não sabíamos. Sabemos aquilo que foi passado para nós por meio de mídias e familiares. (PERIGO! CUIDADO!) Por isso, é importante compreender que só sabemos de uma vida: A nossa.

Não estou aqui para falar minhas opiniões políticas, muito menos enaltecer qualidades à uma pessoa que não conheci. Estou aqui para falar de como a sociedade é hipócrita e cruel. Em como se consideram grandes seres, mas não são capazes de respeitarem a dor do outro, muito menos serem caridosos com suas palavras. Hipócritas sim, afinal se consideram pessoas de bem, preocupadíssimas com o País, com o Estado, com a verdade, honestidade! Oh GLÓRIA!!! Se um dia eu tiver a metade da qualidade dessas pessoas não preciso de mais nada!

Entretanto, se para fazer parte desse meio é necessário pensar com alegria sobre a morte de alguém, regozijar tal coisa. Prefiro ser torta, escória da humanidade, burra, cega, ingênua com o meu silêncio e olhar humano. Se as minhas palavras apenas gritam, eu prefiro o silêncio, compreensão e estar com poucos, esse meio não me interessa.

Imensidão de um abraço imaculado.

crianca-abraco-696x365

Não há nada mais gostoso que um abraço inesperado e um carinho de graça. Abraços dizem aquilo que nós não conseguimos entender, ele é capaz de fortalecer até o mais despedaçado coração, não há nada mais lindo que um abraço e aquilo que ele traz. As pessoas deveriam ter menos medo de abraçar àqueles que amam, o abraço ele cura tudo, ele é, sobretudo, a maior fé que você deposita. Abraços falam mais que palavras, abraços são mais doces que todas as quitandas, abraço é o remédio da alma e minha alma se alegra quando abraços perpassam meu corpo e chegam ao meu coração. Aqueles abraços que dá para sentir o peito do outro batendo. Quando me   pego lembrando de alguém, sempre lembro das vezes em que ela me tocou e se eu estava confortável com isso, o toque doce de alguém que te ama, fala mais do que as mil palavras. Um toque é tudo. Os resquícios de abraços serão lembrados em quanto estivermos respirando, vez ou outra é que um abraço não é necessário, com o passar do tempo compreendi que não tinha porque evitar esse contato mágico, porque mesmo que você já tenha ido embora, as coisas que me ensinou ficou aqui do meu lado, diariamente. E esse pequeno texto é uma carta para nós, para o nosso amor que não aconteceu, para você que veio e que foi:

“Mesmo indo embora, o que você trouxe ficou. E eu o agradeço imensamente por isso, hoje olho com muito carinho por tudo que vivemos, sou grata por ter aprendido com seu jeito mais calado e nobre. Eu sei que muitas vezes eu deixei a desejar na questão de falar quais eram meus sentimentos, outras vezes eu fiz de você um dejeto meu. Hoje, eu quero que esse texto chegue a você com a mesma paz que escrevo. Pois, das coisas mais belas de minha vida, você é o que mais deu errado e certo ao mesmo tempo. Eu o amei tão intensamente que meus dias eram mais felizes. Hoje sou feliz por tê-lo amado. Obrigada por me ensinar sobre o amor, sobre toques, sobre lutar por aquilo que se deseja. Agradeço a caridade com que esteve ao meu lado sorrindo, quando me deu a última chance, quando me abraçou tão fortemente quando disse: “Não dá mais” Sinto tanta gratidão por ter tido a oportunidade de amá-lo que não há mais dor nem vitimismo em nossa história. Reconheço meus erros e acertos, sobretudo que não éramos para ser assim como eu não o amo mais hoje, mas amo tudo que vivemos. Obrigada por ter me tocado com tanto respeito que hoje anseio o mesmo respeito para todas as relações humanas. Obrigada por tudo, obrigada por ter sido o meu primeiro amor e ter me ensinado sobre as primeiras lágrimas, ciúmes e borboletas no estômago. Obrigada por ter olhado para mim como se eu fosse a coisa mais bonita que já pisou na Terra. Você, para sempre será uma das coisas mais lindas que já pisaram em meu coração”.

O envelhecer que admiro.

maos1

Sempre me pego admirando as rugas que estão tomando conta da pele dos meus pais, aquelas nos cantos dos olhos, as mãos mais calejadas pelo o tempo e trabalho, sempre achei que envelhecer fosse uma dádiva dada a poucos e como quero que seja uma honra concedida aos meus.

Gosto das marcas do sorriso envergonhado, de quem às vezes se sente acanhado em falar de qualquer coisa por acreditar não ter muita experiência. Amo o colo mais rugoso que um dia me sustentou com tanta firmeza. Adoro sentar em silêncio e observá-los, observar as pequenas mãos que seguraram as minhas quando jovens, então além de muito amor, eu sinto gratidão.

Minha mãe não sabe, mas eu amo quando ela fica em silêncio absorvendo tudo porque foi pega em uma mentira ou quando não sabe o que dizer por ter muito medo por suas filhas. Amo o rosto sério do meu pai que formou aquela ruga funda e fria no meio das sobrancelhas de tanto ficar de cara fechada.

Mas eu amo mesmo as mãos, as mãos que a cada dia ficam mais enrugadas, grossas e ásperas, gosto de sentir o toque delas em mim e sinto-me feliz porque cheguei até aqui. Após envelhecer também, pude compreender certas coisas, então, comecei a amar os defeitos e qualidades, pois essas mãos são perfumadas e só pretendiam me oferecer rosas no meio do caminho. Muitas vezes o perfume era fétido, mas essas mãos trouxeram e estiveram, sou tão grata a isso que o hábito de admirar essas mãos é uma das minhas maiores alegrias.

Amo tanto vê-los envelhecer que não podia deixar de contar em um texto tão curto, misero e simples que meu amor explode por essas pequenas coisas. Sempre que os caminhos ficam mais difíceis, que lamento por ter escutado poucas vezes um: “eu te amo”, eu tomo consciência desses pequenos momentos que passei, percebendo então que não há nada mais lindo que o amor silencioso velado nas pequenas coisas.

Não tenha medo de ir embora!

c85629a6-4463-4d35-937d-e3d6c93619b

Muitas vezes ficamos presos em um mundo que não nos apetece mais, inertes a uma realidade sofrida que só traz muita dor e angústia, não sabemos o porquê de continuar naquele meio que não corresponde às necessidades de nossa alma, geralmente esse mundo é tudo para nós, é o nosso mundo “amigo”. As amizades são responsáveis por nos transformar e engrandecer, mas se os seus amigos impedem todo esse processo, caia fora!

Há pessoas que chegam as nossas vidas para nos ensinar a não ser como elas e o maior bem que elas podem fazer é sair de nossas vidas. Muitas pessoas falam de relacionamentos abusivos, só entre homem e mulher, mas se esquecem de que qualquer relacionamento o pode ser, pais e filhos, chefe e empregado, amigos para com amigos…

Se um amigo não respeita a sua necessidade de silêncio, distância; impõe a presença diária, impõe que seja um ouvinte vinte e quatro horas por dia, faz você engolir todos os dramas pedantes, ele é uma sanguessuga emocional e você não precisa estar com pessoas assim, principalmente se ele não sabe lhe acolher nos dias tristes de sua vida.

Esteja com pessoas que entendem que distância não significa falta de amor e muito menos a presença forçada significa amor, assim como o silêncio não significa desinteresse, já que ruído também não é amor.

Logo, permita-se ir e estar com pessoas que respeitam tanto o mundo delas que vão acolher seu mundo com respeito, caridade e amor, não tenha medo de ir embora, assim que der o primeiro passo, no caminho encontrará pessoas incríveis que se assemelham com você, afinal, você é amor e merece somente o amor.

Que este ano você consiga romper todos esses laços de dor, dá medo, é difícil, mas é surpreendente bom!